terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Próximo rival do Arsenal na Copa da Inglaterra tem goleiro de 45 anos e 115 kg

Wayne Shaw atua pelo Sutton United que está na quinta divisão

Wayne Shaw quase nunca entra em campo - Reprodução Internet

Inglaterra - Na Copa da Inglaterra, o Arsenal vai jogar contra o time Sutton United, da quinta divisão, nas oitavas de final. Além de sua posição na hierarquia do futebol inglês, o que mais chamou a atenção da torcida dos Gunners foi quando fotos do goleiro reserva começaram circular na Web.

Wayne Shaw, de 45 anos, pesa 115 kg. Na histórica vitória por 1 a 0 sobre o Leeds United, Shaw ficou no banco de reservas e apareceu algumas vezes na transmissão da TV inglesa.

O goleiro quase não entra em campo, mas achamos um vídeo em que Shaw está em ação. Confira:



Este site não produz e não tem fins lucrativos sobre qualquer uma das informações nele publicadas, funcionando apenas como mecanismo automático que "ecoa" notícias já existentes. Não nos responsabilizamos por qualquer texto aqui veiculado.

Dana White: ‘Falei com Ronda e acho que ela não voltará a lutar’

Presidente do UFC acredita que derrota para Amanda Nunes tenha sido a última luta da carreira da estrela americana

Ronda Rousey (foto), que reinou no UFC entre 2013 e 2015, foi nocauteada em dezembro pela brasileira Amanda Nunes (Christian Petersen/AFP)

O massacrante nocaute sofrido diante da brasileira Amanda Nunes, em dezembro, pode ter sido a última luta da carreira de Ronda Rousey, a maior lutadora de UFC de todos os tempos. A luta ocorrida no dia 31 em Las Vegas durou apenas 48 segundos. O presidente do Ultimate, Dana White, revelou nesta terça-feira que conversou com Ronda no último fim de semana e que, para ele, a atleta que completará 30 anos nesta semana não deve mais voltar ao octógono.

“Falei com Ronda no caminho para a academia. Ela está bem, sabe, tocando a vida. Pelo que conversamos, se eu tivesse de dizer agora, e não gosto de falar dessas coisas porque cabe a ela decidir, mas diria que ela não lutará novamente. Acho que acabou e a partir de agora ela irá curtir o pôr do sol e a vida longe das lutas”, afirmou White ao site americano Flo Combat.

Dana White diz que as derrotas arrasadoras para Holly Holm e Amanda Nunes, as únicas da carreira de Ronda no MMA, abriram a mente da americana, que hoje tem se dedicado mais a vida de artista. “A partir do momento em que perdeu, acho que ela passou a se perguntar: ‘por que estou fazendo isso? A vida é só isso?’ Acredito que Ronda quis experimentar outras coisas, e foi o que ela fez.”

Ao elogiar Ronda, o presidente do UFC ainda deu uma alfinetada no pugilista Floyd Mayweather, que vem tentando agendar uma luta de boxe contra Conor McGregor, o queridinho do UFC. “Ronda tem muito dinheiro, muito mais do que se pode gastar, a menos que comece a fazer loucuras como Floyd. Se você tem a quantidade de dinheiro que Ronda tem, não precisa mais trabalhar na vida.”

Dana ainda valorizou o legado deixado por Ronda Rousey, que reinou no UFC feminino entre 2013 e 2015. “Olha, estou feliz por ela. Ronda chegou ao UFC e mudou o mundo. Ela pôs o MMA feminino no mapa e protagonizou as maiores lutas da história do seu esporte. Espero que seus recordes possam ser quebrados. Não sei se isso é possível, mas torço para que seja.”

Lutadora de MMA, Ronda Rousey, chega ao octógono para enfrentar a brasileira Amanda Nunes, em Las Vegas - 30/12/2016 (Christian Petersen/AFP)

Este site não produz e não tem fins lucrativos sobre qualquer uma das informações nele publicadas, funcionando apenas como mecanismo automático que "ecoa" notícias já existentes. Não nos responsabilizamos por qualquer texto aqui veiculado.

Em reunião tensa, petistas enquadram Lindbergh e Gleisi

Embate: Humberto Costa e Jorge Viana acusaram os colegas de atuarem como adversários

Lindbergh não deve abrir mão outra vez de candidatura por aliança com PMDB (Divulgação/VEJA)

Transcorreu em altíssima temperatura uma reunião da bancada do PT do Senado, na casa de Jorge Viana, em Brasília.

Humberto Costa e Jorge Viana, defensores do apoio à candidatura de Eunício Oliveira à presidência da Casa, espinafraram Lindbergh Farias e Gleisi Hoffmann, ferrenhos críticos da possível aliança.

A dupla deixou claríssima a irritação com a postura de Gleisi e Lindbergh e os acusaram de incitarem a militância contra quem está favorável ao plano de o partido fechar com Eunício.

Costa e Viana disseram que, como se não bastassem os recorrentes episódios de ataques a políticos, agora seus correligionários (Gleisi e, principalmente, Lindbergh) passaram a agir como adversários, sobretudo na forma como vêm se posicionando.

Em dado momento, os presentes lembraram que ninguém levantou a palavra quando o PT negociou com o PMDB o fatiamento do processo de impeachment de Dilma Rousseff, justamente no dia em que ocorreu o que eles chamam de golpe, e, por isso, atirar pedras contra a eventual aliança com Eunício seria patético.

Por Gabriel Mascarenhas
Este site não produz e não tem fins lucrativos sobre qualquer uma das informações nele publicadas, funcionando apenas como mecanismo automático que "ecoa" notícias já existentes. Não nos responsabilizamos por qualquer texto aqui veiculado.

Polícia Federal mira em genro de ministro do TCU

Casado com a filha de José Múcio, Rodrigo Leincht Carneiro Leão é alvo de condução coercitiva

PF: problema pode envolver genro de José Múcio (Gabriel Soares/Brazil Photo Press/Folhapress/Folhapress)

Um dos investigados pela operação da Polícia Federal deflagrada hoje de manhã, que apura as tramoias na compra do avião usado por Eduardo Campos, é o empresário Rodrigo Leincht Carneiro Leão. Alvo de condução coercitiva, Leão é genro do ministro do TCU, o pernambucano José Múcio.

O ministro afirma não ter qualquer relação com o genro, além da familiar. “O que sei dele é que é um bom pai e um bom marido, e é o que me interessa”.

Por Gabriel Mascarenhas
Este site não produz e não tem fins lucrativos sobre qualquer uma das informações nele publicadas, funcionando apenas como mecanismo automático que "ecoa" notícias já existentes. Não nos responsabilizamos por qualquer texto aqui veiculado.

Vazamentos seletivos de delações preocupam Planalto

Os depoimentos dos 77 executivos e ex-executivos foram homologados nesta segunda-feira pela presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia

O presidente Michel Temer (Adriano Machado/Reuters)

O governo está preocupado com a possibilidade de vazamentos seletivos das delações de 77 executivos e ex-diretores da Odebrecht. As colaborações premiadas foram homologadas nesta segunda-feira pela presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, e, a partir de agora, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, vai decidir quem será alvo de inquéritos e quais investigações ainda precisam de mais diligências.

O Palácio do Planalto vive momentos de tensão, às vésperas da disputa para a presidência da Câmara e do Senado, marcadas para quarta e quinta-feira, dias 1º e 2 de fevereiro. Embora auxiliares do presidente Michel Temer tenham recebido com alívio a notícia de que Cármen Lúcia manteve o sigilo, há receio de que, enquanto as delações ainda estiverem com o Ministério Público Federal (MPF), trechos dos depoimentos possam ser divulgados “parcialmente”, prejudicando o governo.

Nos bastidores do Planalto e do Congresso, o comentário é de que as delações atingem cerca de 200 políticos de vários partidos – muitos dos quais do PMDB e de outras siglas que compõem a base aliada de Temer –, além de integrantes do “núcleo duro” do Executivo.

O discurso oficial no governo é o de que a Lava Jato não terá o poder de obrigar o presidente a produzir uma ampla reforma ministerial. Até agora, são esperadas apenas a nomeação do líder do PSDB na Câmara, Antônio Imbassahy (BA), para a Secretaria de Governo, no lugar de Geddel Vieira Lima, e a efetivação de Dyogo Oliveira no Ministério do Planejamento.

Assessores de Temer admitem que os desdobramentos das delações são imprevisíveis. Há apreensão com os efeitos da turbulência política sobre a economia. A imagem que se usa no Planalto para definir o próximo período é a de uma “travessia em mar revolto”.

Na delação feita à força-tarefa da Lava Jato, em dezembro, o ex-diretor de Relações Institucionais da Odebrecht Cláudio Melo Filho citou o próprio Temer, o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, e o secretário do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), Moreira Franco. Na lista de políticos mencionados por ele também aparecem os presidentes do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Maia concorre à reeleição, com o aval do Planalto.

“A Lava Jato tem de cumprir o seu papel e o governo tem de governar. De preferência, bem”, disse Padilha, sem querer comentar as declarações de Melo Filho, que o apontou como “preposto” de Temer na distribuição de dinheiro para campanhas.

Relatoria
Temer pretende indicar o novo ministro do Supremo depois de Carmen Lúcia escolher quem substituirá Teori Zavascki na relatoria da Lava Jato. Teori morreu em acidente aéreo, no dia 19, em Paraty, litoral do Rio de Janeiro, e nesta quarta-feira receberá homenagem dos colegas na primeira sessão do Supremo após o recesso.

Em conversas reservadas, o presidente tem dito que não aceitará pressões políticas nem escolherá uma pessoa que desagrade à ministra Carmen Lúcia ou à opinião pública. Temer quer, com isso, passar a mensagem de que não interferirá nos rumos da Lava Jato.

Nomes
A sucessão no Supremo foi um dos assuntos da conversa entre Temer e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso há quatro dias, em São Paulo. Filiado ao PSDB, o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, está na lista dos cotados para ocupar a cadeira de Teori. Desembargadores do Superior Tribunal de Justiça (STJ), porém, defendem um integrante da corte para a vaga.

A indicação do presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Ives Gandra Martins Filho, perdeu força depois que foram divulgados artigos escritos por ele com posições consideradas machistas. Martins Filho disse que os trechos foram “descontextualizados”.

(Com Estadão Conteúdo)
Este site não produz e não tem fins lucrativos sobre qualquer uma das informações nele publicadas, funcionando apenas como mecanismo automático que "ecoa" notícias já existentes. Não nos responsabilizamos por qualquer texto aqui veiculado.

Em Pernambuco, PF faz operação contra doador de Eduardo Campos

Investigadores descobriram outra empresa envolvida na compra de avião que caiu com ex-governador; estão sob suspeita doações para Campos em 2010 e 2014

O ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB), falecido em 2014

A Polícia Federal em Pernambuco deflagrou, na manhã desta terça-feira, a Operação Vórtex, desdobramento da Operação Turbulência, para investigar mais uma empresa envolvida na polêmica compra do avião Cessna Citation. A aeronave caiu em agosto de 2014, levando o então candidato à Presidência Eduardo Campos (PSB). Campos faleceu no acidente aéreo, ocorrido em Santos (SP), aos 49 anos.

Nesta etapa são investigados os crimes de corrupção, direcionamento de licitação e lavagem de dinheiro, que teriam movimentado cerca de 600 milhões de reais desde 2010, tendo como alvo os donos do avião em que estava o ex-governador. Ao todo, 30 policiais federais cumprem dez ordens judiciais em Pernambuco, sendo seis mandados de busca e apreensão e quatro mandados de condução coercitiva.

A investigação partiu da análise das contas das empresas envolvidas na compra da aeronave e identificou que uma das companhias investigadas na Operação Turbulência teria sido utilizada apenas como conta de passagem, pois recebeu valores de outra empresa dois dias antes de realizar a compra do avião. Esta outra empresa, que repassou os valores, ainda não havia sido investigada.

“Ao investigar mais a fundo a empresa remetente dos recursos, verificou-se que ela possui contratos milionários com o governo do Estado e que suas doações a campanhas políticas aumentaram de forma exponencial ao longo dos últimos anos, notadamente para o partido e candidatos apoiados pelo ex-governador do Estado, Eduardo Campos”, diz a nota divulgada pela PF.

O nome da operação é uma referência ao jargão aeronáutico, vórtex (ou vórtice), que é o nome dado ao movimento de massas de ar em formato de redemoinho ou ciclone que geralmente precede a turbulência.

Turbulência
A Operação Turbulência, realizada em junho de 2016, apurava a suspeita de delitos no financiamento das campanhas de Campos à reeleição para o governo de Pernambuco em 2010 e para o Planalto na eleição seguinte. Naquele ano, após o falecimento de Campos, a ex-senadora Marina Silva (Rede) assumiu a cabeça-de-chapa e terminou a eleição presidencial em terceiro lugar, atrás de Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB).

À época, a delegada da PF Andréa Pinho disse que o envolvimento de Eduardo Campos não era o alvo da Operação, mas que era possível afirmar que as campanhas dele foram “beneficiadas” pelas empresas investigadas. Neste mês, o empresário João Carlos Lyra Pessoa de Melo Filho, conhecido como João Lyra, assinou acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal (MPF).

Lyra é visto pela PF como intermediário de propina de empreiteiras para Campos. São investigados repasses da Camargo Corrêa e da OAS, que teriam origem em desvios praticados em obras da Petrobras em Pernambuco e na transposição do Rio de São Francisco.

(Com Estadão Conteúdo e Reuters)
Este site não produz e não tem fins lucrativos sobre qualquer uma das informações nele publicadas, funcionando apenas como mecanismo automático que "ecoa" notícias já existentes. Não nos responsabilizamos por qualquer texto aqui veiculado.

Relator da Operação Lava Jato será definido por sorteio

O relator da Operação Lava Jato decide quais políticos com foro privilegiado viram réus e sobre o sigilo dos depoimentos colhidos nas delações

O ministro Ricardo Lewandowski (e) ouve a leitura do voto do colega Dias Toffoli durante o 15º dia de julgamento do processo do mensalão (Dida Sampaio/AE/VEJA/VEJA)

A ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), deve fazer um sorteio entre os integrantes da Segunda Turma da Corte para definir quem será o relator da Operação Lava Jato, reporta nesta terça-feira a Folha de S. Paulo. A relatoria da Lava Jato estava sob responsabilidade do magistrado Teori Zavascki, que faleceu em um acidente de avião em Paraty.

Os onze ministros do Supremo dividem-se em duas turmas de cinco magistrados cada — o presidente da Casa, tradicionalmente, não participa das turmas. Teori Zavascki era da Segunda Turma, assim como os ministros Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski e Celso de Mello. Ainda de acordo com a Folha, Cármen Lúcia tem sondado a possibilidade de Edson Fachin mudar da Primeira para a Segunda Turma do STF para participar do sorteio.

O relator da Operação Lava Jato decide, entre outras coisas, quais políticos com foro privilegiado viram réus e sobre o sigilo dos depoimentos colhidos nas delações das empreiteiras que fizeram acordo com a Justiça, como no caso dos 77 executivos e ex-executivos da Odebrecht.

A possível retirada do sigilo na delação da Odebrecht é motivo de apreensão no Governo e no Congresso, pois muitos políticos devem ser citados e implicados na operação da Polícia Federal (PF).

Homologação — A ministra Cármen Lúcia, homologou as 77 delações de executivos e ex-executivos da empreiteira Odebrecht,. Os sigilos dos depoimentos serão mantidos e o material será encaminhado à Procuradoria-Geral da República (PGR), que vai analisar os depoimentos para decidir se oferece denúncia.

O fato de Cármen ter centralizado as discussões causou desconforto em alguns ministros, que se queixaram da demora para ser ouvidos. O principal ministro consultado por Cármen é o decano Celso de Mello. No tribunal, o ministro Gilmar Mendes, por exemplo, é contra a redistribuição porque considera que a Lava Jato, em linhas gerais, não se encaixaria no critério de urgência. Temas urgentes do petrolão, na avaliação dele, seriam apenas aqueles relativos a réus ou investigados presos.

Este site não produz e não tem fins lucrativos sobre qualquer uma das informações nele publicadas, funcionando apenas como mecanismo automático que "ecoa" notícias já existentes. Não nos responsabilizamos por qualquer texto aqui veiculado.

Mais uma vez, Alexandre de Moraes vai para casa de FAB

A novidade é: desta vez, ministro nem se deu ao trabalho de tentar justificar o gasto do dinheiro público

O ministro da Justiça, Alexandre de Moraes (Alan Marques/Folhapress)

Houve um tempo em que Alexandre de Moraes pelo menos marcava compromissos em São Paulo na tentativa de justificar o uso do avião da FAB para voltar para casa às sextas-feiras.

Ao que parece, agora o candidato a ministro do Supremo largou de mão.

Na sexta-feira, dia 20, Moraes embarcou no avião da Força Aérea em Brasília na hora do almoço, rumo a São Paulo. Ele só retornou à capital na segunda-feira, dia 23, às 9h50, também em voo da FAB, lógico.

Na agenda desses três dias em que o ministro permaneceu longe do local de trabalho não há sequer uma audiência com um tucano paulista, uma de suas saídas preferidas na época em que ainda se dava o trabalho de explicar as viagens nas aeronaves oficiais.

Por Gabriel Mascarenhas
Este site não produz e não tem fins lucrativos sobre qualquer uma das informações nele publicadas, funcionando apenas como mecanismo automático que "ecoa" notícias já existentes. Não nos responsabilizamos por qualquer texto aqui veiculado.

Mesmo com cofres vazios, Fluminense recusa proposta milionária por Richarlison

Ajax, da Holanda, ofereceu 9 milhões de euros (R$ 30 milhões) pelo jogador

Rio - Richarlison começou o ano com tudo. Destaque da Seleção Brasileira Sub-20, no Sulamericano do Equador, o atacante despertou o olhar europeu após suas boas atuações. Tanto que a direção do Fluminense recusou uma proposta de 9 milhões de euros (R$ 30 milhões) enviada pelo Ajax. A informação foi divulgada inicialmente pelo site da "ESPN Brasil" e confirmada pelo DIA.

Richarlison é um dos destaques brasileiros no Sulamericano Sub-20 - Lucas Figueiredo / CBF / Divulgação

O time carioca pagou cerca de R$ 10 milhões por 50% dos direitos econômicos do jogador, que foi contratado no início de 2015. Desde então, oscilou entre a titularidade e a reserva com Levir Culpi, totalizando 33 jogos e quatro gols. O Ajax monitorava o tricolor e, após a recusa, investiu na contratação de David Neres, do São Paulo, em uma negociação que pode chegar até 15 milhões de euros (R$ 50,7 milhões). O jovem atacante tem contrato com o Flu até 31 de dezembro de 2020.

A janela de transferências para os clubes brasileiros venderem a europeus fecha nesta terça-feira. A data limite para comprar é 4 de abril.

Este site não produz e não tem fins lucrativos sobre qualquer uma das informações nele publicadas, funcionando apenas como mecanismo automático que "ecoa" notícias já existentes. Não nos responsabilizamos por qualquer texto aqui veiculado.

Os polos magnéticos da Terra podem se inverter logo, e estamos totalmente despreparados


A Terra é rodeada por um campo magnético, uma espécie de força invisível que protege a vida da radiação solar nociva, desviando partículas carregadas.

No entanto, longe de ser constante, este campo está em constante mudança. A história do nosso planeta inclui pelo menos várias centenas de inversões magnéticas globais, nas quais os polos magnéticos norte e sul trocaram de lugar.

Então, quando será a próxima e como isso afetará a vida na Terra?
O que é a inversão

Durante uma inversão, o campo magnético assume uma forma mais fraca e mais complexa. Pode cair para 10% da sua força atual e ter ambos os polos magnéticos no equador, ou mesmo a existência simultânea de múltiplos polos magnéticos “norte” e “sul”.

As inversões geomagnéticas ocorrem algumas vezes a cada um milhão de anos, em média. Porém, o intervalo entre as inversões é muito irregular e pode variar até dezenas de milhões de anos.

Também pode haver inversões temporárias e incompletas, conhecidas como eventos, nas quais os polos magnéticos se afastam dos polos geográficos – talvez até mesmo cruzando o equador – para em seguida retornar aos seus locais originais.

A última inversão total, a inversão de Brunhes-Matuyama, ocorreu cerca de 780.000 anos atrás.

Riscos
A última inversão temporária, o evento Laschamp, ocorreu há cerca de 41 mil anos. Durou menos de 1.000 anos, sendo que a mudança real da polaridade durou cerca de 250 anos.

A alteração no campo magnético durante uma inversão enfraquece seu efeito de blindagem da Terra, permitindo níveis elevados de radiação sobre e acima da superfície do planeta.

Se isso acontecesse hoje, o aumento de partículas carregadas chegando à Terra resultaria em riscos maiores para satélites, aviação e infraestrutura elétrica terrestre.

Experiência passada
As tempestades geomagnéticas, impulsionadas pela interação de erupções anormalmente grandes de energia solar com nosso campo magnético, nos dão uma noção do que podemos esperar com um escudo magnético enfraquecido.

Em 2003, a chamada Halloween Storm causou apagões na rede de eletricidade da Suécia, exigiu o reencaminhamento de voos e perturbou satélites e sistemas de comunicação.

Mas essa tempestade foi menor em comparação com outras do passado recente, como o evento Carrington de 1859, que causou auroras tão ao sul quanto no Caribe.

O impacto de uma grande tempestade na infraestrutura eletrônica de hoje não é totalmente conhecido. No entanto, qualquer tempo gasto sem eletricidade, aquecimento, ar condicionado, GPS ou internet teria um grande impacto no planeta, com apagões generalizados podendo resultar em uma interrupção econômica de dezenas de bilhões de dólares por dia.

O que acontece com as pessoas?
Em termos de vida na Terra e o impacto direto de uma inversão em nossa espécie, não podemos prever definitivamente o que acontecerá, uma vez que seres humanos modernos (Homo sapiens) não existiam no momento da última inversão total.

Vários estudos têm tentado ligar inversões passadas com extinções em massa, sugerindo que episódios de vulcanismo estendido poderiam ser impulsionados por uma causa comum.

Sabemos que muitas espécies animais têm alguma forma de magnetorecepção que lhes permite sentir o campo magnético da Terra, usando isso para auxiliar na navegação de longa distância durante a migração. Mas não está claro que impacto uma inversão total poderia ter sobre essas espécies.

O que está claro é que os primeiros humanos conseguiram sobreviver ao evento Laschamp e a própria vida sobreviveu às centenas de inversões completas evidenciadas no registro geológico.

Podemos prever inversões geomagnéticas?
Uma inversão total dos polos magnéticos está “próxima”. O fato de que o campo da Terra está atualmente diminuindo a uma taxa de 5% por século levou a sugestões de que o campo pode se inverter nos próximos 2.000 anos.

Mas fixar uma data exata – pelo menos por enquanto – é difícil.

O campo magnético da Terra é gerado dentro do núcleo líquido do nosso planeta, pelo lento agitar do ferro fundido. Como a atmosfera e os oceanos, a maneira como ele se move é governada pelas leis da física.

Devemos, portanto, ser capazes de prever a inversão através do rastreamento deste movimento, assim como podemos prever o clima, olhando para a atmosfera e o oceano.

Dificuldades
As dificuldades de prever o tempo além de alguns dias são amplamente conhecidas, apesar de vivermos dentro da a atmosfera, observando-a diretamente.

Logo, a previsão de movimentos no núcleo da Terra é ainda mais complicada, principalmente porque ele está abaixo de 3.000 quilômetros de rocha.

Apesar disso, não estamos completamente cegos: sabemos a composição principal do material dentro do núcleo e que ele é líquido. Uma rede global de observatórios e satélites em órbita também está medindo como o campo magnético está mudando.

Isso, combinado com simulações numéricas e experiências de laboratório para estudar a dinâmica de fluidos do interior do planeta, está desenvolvendo nosso entendimento a uma taxa rápida. Quem sabe tenhamos uma melhor ideia do que esperar em breve. [ScienceAlert]

por Natasha Romanzoti
Este site não produz e não tem fins lucrativos sobre qualquer uma das informações nele publicadas, funcionando apenas como mecanismo automático que "ecoa" notícias já existentes. Não nos responsabilizamos por qualquer texto aqui veiculado.

Estudo revela evidência substancial para o universo holográfico


Um estudo realizado por pesquisadores do Reino Unido, Canadá e Itália conseguiu fornecer o que pode ser a primeira evidência de que nosso universo é um complexo e vasto holograma.

Astrofísicos e físicos teóricos que investigavam irregularidades na radiação cósmica de fundo em micro-ondas – o “fóssil” da luz resultante de quando o universo era quente e denso, logo após o Big Bang – descobriram que há evidência substancial que fornece apoio à explicação de que o universo é um holograma.

Estes pesquisadores são das universidades de Southampton (Reino Unido), Waterloo (Canadá), Salento (Itália), Lecce (Itália) e Instituto Perimeter (Canadá). Os resultados do trabalho foram publicados na revista Physical Review Letters.
Universo holográfico

Esta ideia foi sugerida pela primeira vez na década de 1990, e diz que toda a informação que cria a nossa realidade em 3D (mais o tempo) está contida em uma superfície 2D.

O professor de ciências matemáticas Kostas Skenderis, da Universidade de Southampton explica: “imagine que tudo o que você vê, sente e escuta em três dimensões (além da sua percepção de tempo) na verdade emana de um campo de duas dimensões. A ideia é semelhante à dos hologramas comuns, em que uma imagem 3D é codificada em uma superfície 2D, como naquele holograma que todo cartão de crédito tem. Porém, deste caso, é o universo inteiro que está codificado”.

Apesar de não ser um exemplo com propriedades holográficas, seria como ver um filme 3D em um cinema. Vemos as imagens como se tivessem largura, altura e profundidade, quando na verdade ela está contida em uma tela 2D. A diferença em nosso universo 3D é que podemos tocar os objetos e a projeção é real na nossa perspectiva.

Nos anos recentes os avanços em telescópios e sensores permitiram aos cientistas detectar uma enorme quantidade de informação escondida no “barulho branco” ou micro-ondas que restou do momento em que o universo foi criado. Usando esta informação, a equipe pôde fazer comparações complexas entre as redes de características de um dado e a teoria quântica de campos. Eles descobriram que algumas das teorias quânticas de campos podem explicar quase todas as observações cosmológicas do começo do universo.

“Holografia é um enorme passo adiante na forma que pensamos a estrutura e criação do universo. A teoria de Einstein de relatividade geral explica quase tudo em grande escala no universo, mas começa a se despedaçar quando examinamos suas origens e mecanismos em níveis quânticos”, defende Skenderis.

O professor diz que cientistas têm trabalhado por décadas para combinar a teoria de Einstein e a teoria quântica. “Alguns acreditam que o conceito de universo holográfico é o ponto de conciliação dos dois. Espero que nossa pesquisa nos leve a um passo adiante nisso”, diz ele.

Agora os cientistas esperam que este trabalho abra portas para melhorar o entendimento do início do universo e explicar como espaço e tempo surgiram. [Phys.org]

por Juliana Blume
Este site não produz e não tem fins lucrativos sobre qualquer uma das informações nele publicadas, funcionando apenas como mecanismo automático que "ecoa" notícias já existentes. Não nos responsabilizamos por qualquer texto aqui veiculado.

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Rosangela Moro: ‘Eu me sinto blindada pelas orações dos fãs’


'Não pergunto quem vai ser preso, nem quando nem por quê. Não tenho nenhuma informação privilegiada'

(Fernando Souza)

A vida discreta de Rosangela Moro, 42 anos, sofreu uma reviravolta há três anos. A razão é fácil de adivinhar: a curitibana, filha de uma professora de escola pública e de um mestre de obras, teve de administrar o impacto de ser casada com o hoje arquifamoso juiz Sergio Moro.

Advogada há duas décadas (o pai queria uma “filha doutora”), Rosangela agora será lançada no centro da arena: defenderá o marido, comandante da Operação Lava Jato, em ação por abuso de autoridade movida pelo ex-presidente Lula.

Rosangela é avessa a entrevistas: o máximo de exposição que se permite são os posts na página Eu Moro com Ele, no Facebook. Mas ela quebra o silêncio na revista CLAUDIA que chega às bancas e tablets na sexta-feira 3.

Como o casal trata da Lava Jato em casa? “O Sergio é uma pessoa muito equilibrada. Não pergunto quem vai ser preso, nem quando nem por quê. Não tenho nenhuma informação privilegiada, exceto quando se refere à segurança da família”, diz.

A musa de Moro já causou furor numa igreja: “Pedi ao padre uma bênção especial. Quando ele soube quem eu era, falou por trinta minutos de política. Nos segundos finais, disse: ‘Mantenha a serenidade’ ”. E como ela reagiu? “Não tenho medo. Eu me sinto blindada pelas orações dos fãs, e rezo também.”

Por Bruno Meier
Este site não produz e não tem fins lucrativos sobre qualquer uma das informações nele publicadas, funcionando apenas como mecanismo automático que "ecoa" notícias já existentes. Não nos responsabilizamos por qualquer texto aqui veiculado.

Lula alega parcialidade de Moro e pede fim de ação sobre tríplex

Defesa lista situações em que juiz teria mostrado predisposição contra o petista, como a divulgação ilegal de gravações e ida a eventos com líderes do PSDB

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (Andressa Anholete/AFP)

Os advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva entraram na última sexta-feira no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) com um pedido de anulação do processo referente ao tríplex do Guarujá, no qual Lula é réu. A defesa do petista alega que a suspensão é necessária “em virtude de diversos atos que mostram que o juiz Sergio Moro perdeu a imparcialidade para julgar Lula.”

No recurso, assinado pelos advogados Cristiano Zanin, José Roberto Batochio, Roberto Teixeira e Juarez Cirino, a defesa diz que o processo conta com “provas pré-constituídas” e relata algumas ações de Moro que justificariam a anulação do processo. Na lista estão a condução coercitiva do ex-presidente para depor – que, segundo eles, não teria previsão legal -, autorização de busca e apreensão sem observar a lei, além de interceptação telefônica e divulgação dos áudios das conversas do ex-presidente também em desacordo com a legislação.

Os advogados também alegam que Moro antecipou juízo de valor quando recebeu a denúncia e conduziu as audiências de instrução de modo a mostrar “inimizade” com o ex-presidente, participou de eventos com políticos de grupos políticos que fazem oposição ao ex-presidente – como o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB) e o senador Aécio Neves (PSDB) – e fez manifestações de caráter político.

A denúncia
Segundo os procuradores, o ex-presidente recebeu benesses da empreiteira OAS – uma das que formavam cartel que pagava propinas na Petrobras – em obras de reforma no apartamento 164-A do Edifício Solaris, no Guarujá. O prédio foi construído pela Cooperativa Habitacional do Sindicato dos Bancários (Bancoop), que teve como presidente o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto – preso desde abril de 2015. O imóvel foi adquirido pela OAS, recebeu benfeitorias da empreiteira e teria sido oferecido a Lula. A ex-primeira dama Marisa Letícia também é ré nesse processo.

(Com Estadão Conteúdo)
Este site não produz e não tem fins lucrativos sobre qualquer uma das informações nele publicadas, funcionando apenas como mecanismo automático que "ecoa" notícias já existentes. Não nos responsabilizamos por qualquer texto aqui veiculado.

Deus tem propósito até nos dias mais difíceis, diz mulher de Eike

Flávia Sampaio, que tem um filho com o empresário, postou mensagem no Instagram; foi o primeiro familiar a se manifestar publicamente sobre o caso

O empresário Eike Batista, com a mulher, Flávia Sampaio (Maurício Melo/VEJA)

Casada com o empresário Eike Batista, preso na manhã desta segunda-feira pela Operação Eficiência, a também empresária Flávia Sampaio publicou uma mensagem em uma rede social sobre a prisão do marido. No post, ela diz que “Deus tem um propósito até nos dias mais difíceis”, acompanhada da legenda “Fé” e da hashtag “#ForçaEikeEstamosComVoce”.


Instagram de Flávia Sampaio, mulher de Eike Batista. (Instagram/Reprodução)

É a primeira vez que alguém da família de Eike se manifesta sobre o fato de ele ser alvo da operação, que acusa o empresário de ter pago propina de 16,5 milhões de dólares ao ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral (PMDB), preso em novembro do ano passado.

Flávia é mãe do filho mais novo do empresário, Balder, de três anos. O empresário tem ainda outros dois filhos, Thor, de 25 ans, e Olin, de 21 anos, do relacionamento com a ex-modelo Luma de Oliveira. Flávia também teve uma sociedade com o empresário, em uma das em uma das companhias do “Grupo X”: a clínica estética Beaux, que encerrou as atividades em 2012.

Em 2015, ela foi notícia quando teve um cartão de crédito seu recusado em um supermercado do Rio de Janeiro, saindo sem as compras. A ex-modelo Luma de Oliveira não se manifestou.

Este site não produz e não tem fins lucrativos sobre qualquer uma das informações nele publicadas, funcionando apenas como mecanismo automático que "ecoa" notícias já existentes. Não nos responsabilizamos por qualquer texto aqui veiculado.

Carmen Lúcia ligou para Janot informando sobre homologações


Ministra entrou em contato com o PGR assim que formalizou sua decisão

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot (Ueslei Marcelino/Reuters)

Cármen Lúcia, como sugere a liturgia e os códigos de boa convivência, fez questão de que Rodrigo Janot não soubesse pela imprensa que ela havia homologado as delações da Odebrecht.

Ao lançar sua decisão no sistema do Supremo, a ministra ligou para informar Janot sobre a validação dos depoimentos e adiantou que iria encaminhar a papelada à PGR ainda hoje.

fonte
Por Gabriel Mascarenhas
Este site não produz e não tem fins lucrativos sobre qualquer uma das informações nele publicadas, funcionando apenas como mecanismo automático que "ecoa" notícias já existentes. Não nos responsabilizamos por qualquer texto aqui veiculado.

Eike tem medo de morrer na cadeia

Empresário patrocinou o projeto de pacificação

Eike Batista: ele patrocinou projeto contra o tráfico

Pessoas próximas a Eike Batista relatam que o empresário está com medo de morrer na prisão. Isso porque ele doou 20 milhões de reais para o projeto das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs).

Enquanto funcionou, a UPP retomou territórios antes controlados por traficantes, impondo prejuízos e prisões às facções criminosas. Eike, que não tem curso superior e vai para a cela comum, sabe do alto risco que corre.

O que seria muito conveniente, tanto para Cabral quanto para Lula.

Este site não produz e não tem fins lucrativos sobre qualquer uma das informações nele publicadas, funcionando apenas como mecanismo automático que "ecoa" notícias já existentes. Não nos responsabilizamos por qualquer texto aqui veiculado.

Seguranças de Eike e Thor eram da Polícia Federal

Questão está sob investigação


Thor e Eike: eles eram protegidos por policiais federais até 2014

O relacionamento entre Eike Batista e a Polícia Federal é antigo, o que reforça a hipótese de vazamento sobre sua prisão.

Isso porque os seguranças que cuidavam do empresário e de seus filhos até 2014 pertencem à corporação.

Uma das equipes, inclusive, acompanhava Thor, o filho mais velho de Eike, desde que ele tinha cinco anos.

Na própria PF é fortíssima a ideia de que alguém avisou a Eike. Resta saber quem foi.

(Atualização, às 14h11: A assessoria de imprensa da Polícia Federal entrou em contato para informar que recebeu a decisão em que a Justiça autorizou a prisão de Eike após ele já ter embarcado para os Estados Unidos. A PF acrescenta que não participou das delações premiadas que originaram a operação que tinha o empresário como alvo).

Este site não produz e não tem fins lucrativos sobre qualquer uma das informações nele publicadas, funcionando apenas como mecanismo automático que "ecoa" notícias já existentes. Não nos responsabilizamos por qualquer texto aqui veiculado.

Polícia americana monitorava Eike desde a decretação da prisão

Segundo o Ministério Público Federal, autoridades policiais da Alemanha, possível destino do empresário, que tem nacionalidade alemã, também foram alertadas

O empresário Eike Batista chega ao Presídio Ary Franco, em Água Santa, na zona norte do Rio de Janeiro, conduzido por policiais federais. Ele foi preso logo após desembarcar no Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão), vindo de Nova York (EUA) - 30/01/2017 (Fábio Mota/Estadão Conteúdo)

O empresário Eike Batista, preso na manhã desta segunda-feira no Aeroporto Internacional do Galeão, no Rio, estava sendo monitorado por policiais americanos desde que sua prisão foi decretada nesta última quinta, no âmbito da Operação Eficiência, segunda fase da Operação Lava Jato no Rio de Janeiro.

Os monitoramentos foram solicitados pela força-tarefa da Lava Jato no Rio. “Logo que se confirmou sua presença em Nova York, a polícia americana iniciou um discreto monitoramento, já com a informação de que ele havia comprado a passagem do voo AA 973 (aeroportos JFK-Galeão) para ontem (29/1) à noite”, afirmou o Ministério Público Federal (MPF) por meio de nota.

O ex-bilionário é acusado de pagar 16,5 milhões de dólares em propina para o ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), por meio de contas no exterior e contratos fictícios. Eike já integrava a lista de procurados da Interpol e, segundo seu advogado, Fernando Martins, o empresário estava em Nova York para tratar de negócios.

Procuradores no Rio e na Procuradoria-Geral da República (PGR) também checaram planos de voo de vários jatos brasileiros que poderiam estar nos Estados Unidos e auxiliar o empresário em uma possível fuga. A Secretaria de Cooperação Internacional do Ministério Público Federal (SCI/MPF) iniciou contatos com as polícias alemã e americana na sexta-feira para que o empresário fosse monitorado. Documentos e o pedido de prisão preventiva já estavam sendo traduzidos para o inglês desde a confirmação de que o empresário estava fora do país.

Em nota, a PGR agradeceu o “empenho das autoridades dos Estados Unidos no monitoramento do suspeito”.

Por Rafaela Lara
Este site não produz e não tem fins lucrativos sobre qualquer uma das informações nele publicadas, funcionando apenas como mecanismo automático que "ecoa" notícias já existentes. Não nos responsabilizamos por qualquer texto aqui veiculado.

Eike é transferido ao presídio de Bangu 9, no Rio

Empresário foi preso pela Polícia Federal nesta segunda-feira assim que chegou dos Estados Unidos

Preso pela Polícia Federal nesta segunda-feira após voltar de viagem aos Estados Unidos, o empresário Eike Batista foi transferido do presídio Ary Franco, em Água Santa, zona Norte do Rio de Janeiro, para o presídio Bandeira Stampa, conhecido como Bangu 9, na zona Oeste da cidade.

Boa parte dos presos de Bangu 9 são agentes de segurança detidos por crimes relacionados às milícias que atuam no Rio. A cela em que o empresário ficará preso tem capacidade para seis presos e é classificada internamente como “cela de faxina”. Isso significa que os detentos saem para trabalhar no presídio durante o dia.

Parte do Complexo Penitenciário de Gericinó, o presídio Bandeira Stampa tem um déficit de vagas menor que o do Ary Franco. Bangu 9 tem capacidade para 992 detentos e conta com 1.865, enquanto a unidade prisional na zona Norte tem 968 vagas e 2.129 presos.

Antes de ser transferido, Eike Batista teve a cabeça raspada. Ao chegar a Bangu 9, o empresário deve posar para o retrato do sistema penitenciário fluminense, assim como os outros presos da Operação Calicute, como o ex-governador Sérgio Cabral e a ex-primeira dama Adriana Anselmo.

Por Luisa Bustamante
Este site não produz e não tem fins lucrativos sobre qualquer uma das informações nele publicadas, funcionando apenas como mecanismo automático que "ecoa" notícias já existentes. Não nos responsabilizamos por qualquer texto aqui veiculado.

Médium João de Deus visita Marisa Letícia na UTI do hospital

Lula estava presente no encontro. A retirada da sedação da ex-primeira-dama deverá ocorrer na próxima terça-feira

O médium João de Deus e Marisa Letícia (Egberto Nogueira/imafotogaleria - Christian Parente/Claudia/VEJA)

João de Deus, o mais celebrado médium do país, visitou hoje a ex-primeira-dama Marisa Letícia na UTI do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. O encontro estava previsto para ocorrer por volta das 16 horas de hoje, mas a pedido de Luiz Ignácio Lula da Silva, que queria estar presente, foi realizado no início da noite, por volta das 18h30.

Lula já se submeteu aos cuidados espirituais de João de Deus, em especial durante o tratamento contra um câncer de laringe, em 2011.

A ex-primeira-dama dama sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) hemorrágico. Do tipo mais grave, consiste na ruptura da parede da artéria, com ocorrência de hemorragia. Desde então, ela é mantida em coma induzido. Neste domingo, foi decidido que a sedação será retirada na próxima terça-feira. O real estado de saúde de Marisa, pela maneira como ela reagirá, será então conhecido pelos médicos.

Inicialmente, a sedação seria interrompida neste domingo. Mas um indicador negativo fez com que a equipe médica adiasse a medida. Um doppler, exame que avalia os vasos cerebrais, revelou que o processo inflamatório no órgão ainda está anormal. O problema é provocado pelo que se chama na medicina de hiperemia (aumento da quantidade de sangue circulante num determinado local), como foi no caso do AVC de Marisa. Em compensação, a pressão intracraniana está regularizada e não há sinais de hematomas cerebrais. A normalidade dos dois índices animaram os médicos em relação ao prognóstico da ex-primeira-dama.

Desde o início de sua internação, na terça, dia 24, Lula passa os dias ao Hospital Sírio Libanês, mas não dorme lá. À noite, Marisa está acompanhada por alguém da família. Marisa está sob os cuidados da equipe de médicos liderada pelo diretor da divisão de cardiologia do Sírio Libanês, Roberto Kalil Filho.

Discreto e indiferente à fama, João de Deus ganhou audiência mundial desde que apareceu em reportagem da apresentadora americana Oprah Winfrey, em 2012. O médium oferece atendimento espiritual a cerca de mil pessoas por dia, na Casa de Dom Inácio de Loyola, localizada em Abadiânia, interior de Goiás. No ano passado, João de Deus se submeteu a um longo tratamento contra um câncer no estômago, também no Hospital Sírio-Libanês.

Por Adriana Dias Lopes
Este site não produz e não tem fins lucrativos sobre qualquer uma das informações nele publicadas, funcionando apenas como mecanismo automático que "ecoa" notícias já existentes. Não nos responsabilizamos por qualquer texto aqui veiculado.

Eike está em aeroporto de NY e voa ao Brasil de madrugada

De acordo com o Fantástico, empresário chegou sozinho ao aeroporto e deve desembarcar no Rio às 10h30 desta segunda

Eike foi alvo de pedido de prisão preventiva na última quinta-feira (YASUYOSHI CHIBA/AFP)

O ex-bilionário Eike Batista, que teve prisão decretada pela Justiça brasileira na última semana, já está no aeroporto internacional JFK, em Nova York, onde embarcará à 0h45 (horário de Brasília) com destino ao Rio de Janeiro, e chegada prevista por volta das 10h30, segundo informações do Fantástico neste domingo.

O empresário, que chegou sozinho ao aeroporto JFK, deve embarcar em um voo da companhia American Airlines, número 973. Ele deu uma rápida entrevista à emissora antes do embarque: “Estou voltando para me apresentar à Justiça, como tem de ser feito, para passar as coisas a limpo. Estou à disposição da Justiça.”

Eike foi alvo de pedido de prisão preventiva na última quinta-feira. O mandado foi expedido no contexto da Operação Eficiência, segunda fase da Lava Jato no Rio de Janeiro que investiga pagamentos de propina durante a gestão do peemedebista Sergio Cabral, governador entre 2007 e 2014.

O empresário foi considerado foragido após ter viajado aos Estados Unidos dias antes de ter a prisão preventiva decretada pela Justiça brasileira. Acusado de corrupção ativa pelo Ministério Público Federal, o ex-bilionário é apontado por procuradores como responsável pelo pagamento de 16 milhões e meio de dólares (o equivalente a 52 milhões de reais) ao ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral.

Este site não produz e não tem fins lucrativos sobre qualquer uma das informações nele publicadas, funcionando apenas como mecanismo automático que "ecoa" notícias já existentes. Não nos responsabilizamos por qualquer texto aqui veiculado.

sábado, 28 de janeiro de 2017

Ano Novo chinês atrapalha, mas Pato pode ajudar o Vasco por Luis Fabiano

Atacante do Villarreal negocia com o Tianjin Quanjian e, caso seja contratado, facilita a rescisão de Luis Fabiano, que iria para a Colina

Luis Fabiano não deve permanecer no Tianjin Quanjian (Foto: Reprodução / Instagram)

Na China, que segue o calendário lunar, o Ano Novo será celebrado a partir deste sábado, dia 28 de janeiro. O feriado é o mais importante no país e faz com que as pessoas deixem as atividades profissionais para segundo plano, o que complica a ansiedade do Vasco de ter, enfim, a chance de assinar com o atacante Luis Fabiano, que negocia sua rescisão com o Tianjin Quanjian.

O centroavante brasileiro, de 36 anos, ajudou o time a subir para a Primeira Divisão - foi o artilheiro com 22 gols -, e seu contrato previa uma renovação automática neste caso, além de prêmios. Enquanto não define sua rescisão, Luis Fabiano realiza as atividades junto com os companheiros.

O ano de 2017 será o do galo, de acordo com o horóscopo chinês, mas quem pode ajudar o Vasco a ter Luis Fabiano é Alexandre Pato. O atacante do Villarreal viajou com seu empresário para a Itália, onde o Tianjin Quanjian realiza a pré-temporada. A expectativa de acerto é grande de ambas as partes. Se Pato for realmente contratado, ocupa uma das três vagas para estrangeiros e facilita a saída de Luis Fabiano. O nigeriano Nosa Igiebor, do Maccabi Tel Aviv, é outro apontado como possível reforço para o time do técnico Fabio Cannavaro.

- O Luis Fabiano tem que resolver o problema dele na China. Prefiro falar das coisas concretas. Esperamos que seja um final feliz para nós. Estamos atentos ao mercado com outras situações bem encaminhadas. Depende das nossas condições econômicas. Em breve teremos novidades - disse o técnico Cristóvão Borges depois do treino de sexta-feira, em São Januário.

O presidente do Vasco, Eurico Miranda, já afirmou em entrevista coletiva que, caso Luis Fabiano consiga realmente seu desligamento na China, seu destino será São Januário.

Por Fred Huber - Rio de Janeiro
Este site não produz e não tem fins lucrativos sobre qualquer uma das informações nele publicadas, funcionando apenas como mecanismo automático que "ecoa" notícias já existentes. Não nos responsabilizamos por qualquer texto aqui veiculado.

'Homem-ímã' consegue segurar até smartphones presos ao corpo na Bósnia

Nermin Halilagic é capaz de segurar celulares, colheres, bandejas, facas, CDs e mesmo objetos que não sejam necessariamente de metal.

Nermin Halilagic, de 38 anos, consegue segurar diversos objetos presos ao corpo (Foto: Dado Ruvic/Reuters)

Apelidado de "homem-ímã", o bósnio Nermin Halilagic, de 38 anos, consegue segurar diversos objetos presos ao corpo, como colheres, facas e até smartphones.

Halilagic é capaz de segurar celulares, colheres, bandejas, facas, CDs e mesmo objetos que não sejam necessariamente de metal, como pratos e outros utensílios de cozinha.

Halilagic é capaz de segurar mesmo objetos que não são de metal (Foto: Dado Ruvic/Reuters)

Ele fez uma demonstração de sua habilidade em Bihac, na Bósnia.

Bósnio Nermin Halilagic ganhou o apelido de 'homem-ímã' (Foto: Dado Ruvic/Reuters)


Nermin Halilagic consegue segurar objetos de metal e mesmo de plástico presos ao corpo (Foto: Dado Ruvic/Reuters)


Este site não produz e não tem fins lucrativos sobre qualquer uma das informações nele publicadas, funcionando apenas como mecanismo automático que "ecoa" notícias já existentes. Não nos responsabilizamos por qualquer texto aqui veiculado.

Pato deve deixar o Villarreal para jogar na China

Negócio deve ser com o Tianjin Quanjin, mesmo clube que Pato recusou quando ainda estava no Corinthians

Em 2016, ainda no Corinthians, pato recusou uma oferta de R$ 52 milhões também feita pelo Tianjin Quanjin (Juan Manuel Serrano Arce/Getty Images)

Alexandre Pato não estará em campo na partida do Villarreal contra o Granada, neste sábado, válida pelo Campeonato Espanhol. A razão é que a transferência do brasileiro para o futebol chinês está muito próxima de se concretizar. Nesta sexta-feira, o treinador do clube espanhol, Fran Escribá, confirmou: “Temos analisado a situação, mas é complicado contar com ele para entrar nesta partida. Pato tem uma oferta interessante para sair e não podemos correr riscos”, afirmou Escribá. “Se for justo para o time e para ele, acho uma boa negociação. No momento, precisamos de jogadores focados e comprometidos 100% com o clube”.

O mais provável é que Pato vá defender o Tianjin Quanjian, equipe dos brasileiros Luís Fabiano e Jadson na última temporada, além de ser treinada pelo ex-capitão da seleção italiana Fabio Cannavaro. O clube chinês fez uma oferta pelo brasileiro quando jogava no Corinthians. Pato recusou uma proposta de 52 milhões de reais, porque queria retornar ao futebol europeu. O atacante foi vendido ao Villarreal em julho do ano passado por 3 milhões de euros (cerca de 10 milhões de reais à época).

Este site não produz e não tem fins lucrativos sobre qualquer uma das informações nele publicadas, funcionando apenas como mecanismo automático que "ecoa" notícias já existentes. Não nos responsabilizamos por qualquer texto aqui veiculado.

Menina de 12 anos morre baleada em Cachoeira Paulista após sair de igreja

Segundo a polícia, o carro da família foi abordado por três assaltantes.
Ela, a mãe, uma criança de quatro anos e outra mulher estavam no veículo.

Mãe e filha foram abordadas por criminosos após saírem da igreja (Foto: Kadu Reis/Cachoeira Paulista)

Uma menina de 12 anos morreu ontem baleada na bairro Embauzinho, em Cachoeira Paulista, após deixar uma igreja, por volta de 22h.

De acordo com a Polícia Militar, ela estava no banco de trás do carro, que era conduzido pela mãe da criança. No veículo estavam também uma criança de quatro anos, irmão da vítima, e uma amiga da família. Os quatro participaram de um culto em uma igreja e deixavam o local para ir para casa.

Três homens teriam abordado o veículo, já em movimento - um deles bateu no vidro do lado da motorista. Segundo a Polícia Civil, o objetivo dos homens era roubar o carro para fugir, já que eles haviam cometido ao menos um assalto no bairro momentos antes.

A mãe teria tentado continuar a andar com o carro - assustada ou para tentar fugir - quando um deles deu um tiro. A mulher ainda não foi ouvida.

Inicialmente, a PM informou que os homens teriam assaltado três comércios no bairro antes da ação - dois dos assaltantes estariam armados. Contudo, a Polícia Civil acredita que eles roubaram uma lanchonete. Ainda assim, o comércio não registrou boletim de ocorrência sobre a ação.

O tiro disparado contra o carro acertou a menina, que chegou a ser levada para a Santa Casa de Cruzeiro, mas não resistiu. As outras três pessoas que estavam no carro não ficaram feridas.

Os três assaltantes fugiram. Até o momento, ninguém foi preso. A polícia vai investigar.

Este site não produz e não tem fins lucrativos sobre qualquer uma das informações nele publicadas, funcionando apenas como mecanismo automático que "ecoa" notícias já existentes. Não nos responsabilizamos por qualquer texto aqui veiculado.

Veja como será o Galaxy S8 (e seu provável preço)

O novo modelo não terá, por exemplo, o tradicional botão Home da Samsung. Confira foto, vazada, do smartphone

A Samsung prevê lançar seu novo smartphone, o Galaxy 8, no dia 29 de março, em Nova York. (iStock)

Vazou ontem a primeira foto do celular Galaxy S8. O novo modelo de celular da Samsung tem o lançamento previsto para o dia 29 de março, em Nova York. Uma das novidades é que o tradicional botão Home desapareceu; o celular provavelmente terá apenas teclas de navegação virtual (com exceção das laterais). O leitor de digitais também foi transferido para a parte de trás do aparelho e a tela deverá ocupar 83% da parte frontal do celular.


Confira algumas especificações técnicas do novo modelo:

Tela: Super AMOLED de 5,8 e 6,2 polegadas (com tecnologia 2K HD)
Armazenamento mínimo 64 GB, expansão para até 264 GB com cartão SD
4 GB de memória RAM
Câmera frontal de 8 MP e traseira de 12 MP (com lente de f/1,7)
Baterias de 3.000 e 3.500 mAh (para os modelos de 5,8 e 6,2 polegadas, respectivamente)

O Samsung também vai estrear no Galaxy S8 seu assistente pessoal, o Bixby (equivalente a Siri, da Apple) e o leitor de íris na câmera frontal. O processador do dispositivo deve ser 11% mais rápido que os modelos anteriores e as baterias 20% mais econômicas. As informações são do site Venture Beat.

Ainda de acordo com o portal, a versão de 5,8 polegadas deverá ser vendida na Europa por 799 euros (aproximadamente 2.700 reais) e a de 6,2 polegadas por 899 euros (cerca de 3.000 reais), a comercialização do aparelho começa em abril.

Por Carla Monteiro
Este site não produz e não tem fins lucrativos sobre qualquer uma das informações nele publicadas, funcionando apenas como mecanismo automático que "ecoa" notícias já existentes. Não nos responsabilizamos por qualquer texto aqui veiculado.